fbpx skip to Main Content
Central De Laudos: Eleve A Produtividade Da Radiologia

Central de laudos: eleve a produtividade da radiologia

Um hospital funciona 24h por dia e 7 dias por semana. Em todos, é sempre preciso ter radiologistas de plantão, inclusive nos feriados, finais de semana e no horário noturno. Porém, sem uma central de laudos, além de existir um alto custo trabalhista envolvido, a lentidão nos resultados também é uma realidade. Mas por que isso acontece? Continue lendo e saiba mais sobre a importância da central de laudos.

Como era o trabalho antes da central de laudos

Antes do surgimento da central de laudos, alguns médicos e hospitais já executavam o trabalho remoto. Contudo, dependiam da velocidade da internet para o envio e recebimento dos exames, além de que nenhuma informação poderia deixar de ser anexada. E o maior problema era que tudo ficava armazenado em hardwares, e não na nuvem. 

Mas isso gerava uma outra dificuldade: a falta de informações ou arquivos corrompidos eram frequentes, o que o impedia de laudar. E, como consequência, havia o atraso na entrega do resultado ao paciente.

Os desafios de um hospital sem central de laudos

Com o surgimento da central de laudos, diversos hospitais adotaram essa ferramenta em sua rotina de trabalho. Mas ainda existem alguns que ainda não operam com central de laudos e vivem dois desafios principais: alto custo e lentidão dos resultados.

O alto custo se dá pela necessidade de ter, ao menos, um radiologista sempre presente para laudar e, com isso, existem as despesas trabalhistas, bem como a preocupação com escalas, intervalos e férias.

A ociosidade também é um ponto de atenção. No momento em que o radiologista não está laudando, o valor por hora trabalhada é o mesmo. Esse é, portanto, um outro custo consequente da falta de uma central de laudos, já que ela possibilita o trabalho a distância com pagamento por demanda ao invés de por hora.

A lentidão nos resultados acontece porque o tempo de retorno do diagnóstico é maior: 

  1. Mesmo que o hospital envie via internet algum exame para ser laudado sem a tecnologia da central de laudos, a velocidade de compartilhamento não é a mesma. Somam-se a esse problema: o risco da falta de informações, dificuldade de visualização da imagem e atraso no envio do laudo;
  2. Ainda que o profissional presente no hospital seja um radiologista formado, ele não é especialista em todos os tipos de exames e em todos os órgãos, o que demanda mais tempo de análise;
  3. Em caso de imprevistos com o radiologista que estaria de plantão, o hospital terá que despender um tempo de resolução dessa falta, o que, nem sempre é uma tarefa simples.

Logo, para maximizar os resultados e, ao mesmo tempo, reduzir os custos, a central de laudos passa a ser uma ferramenta fundamental na rotina do hospital/centro de imagens.

Como a central de laudos aumenta a produtividade

Com a central de laudos, todas as imagens dos exames e as respectivas informações são compartilhadas em tempo real com o radiologista que dará o diagnóstico. Inclusive, se um hospital/centro de imagem tiver mais do que uma unidade, essa centralização é em uma única base de dados.

Dessa forma, cada unidade não precisa se preocupar em ter um radiologista especialista sempre disponível no local. Pois, de qualquer lugar e horário, o radiologista com especialidade necessária pode acessar a central de laudos e ter acesso aos exames que precisam ser analisados e laudados.

Temos visto que os hospitais que trabalham com central de laudo entregam exames de urgência e emergência em até 1h. Já que, a partir do momento em que a imagem é disponibilizada no sistema, já é automaticamente compartilhada com o médico. Portanto, existe a garantia de que o laudo será feito com agilidade.

Além do aumento da produtividade, o hospital tem o ganho financeiro com o pagamento por demanda de exame, como já citamos anteriormente.

Por outro lado, o médico também tem o seu tempo otimizado, visto que, pode realizar laudos para diversos hospitais e centros de imagens em um mesmo dia, ao invés de ficar fixo em apenas um local.

Entretanto, vale a pena ressaltar que, para uma central de laudo ser eficiente a ponto de impulsionar a produtividade e diminuir os custos, o software precisa operar em um servidor de nuvem altamente estável, como é o caso do ONRAD.

Por que escolher o ONRAD?

O ONRAD é um PACS nacional de referência na radiologia. A 2M Solutions o desenvolveu visando solucionar os travamentos no momento de compartilhar dados de exames pela internet.

Foi lançado na Jornada Paulista de Radiologia, em 2013, e é precursor nas seguintes funcionalidades que elevam a produtividade da telerradiologia:

  • Lista de trabalho única: de qualquer lugar que o radiologista acessar, toda a lista de trabalho está disponível para ele, com todas as imagens e informações necessárias, inclusive se forem de diferentes hospitais e centros de imagens;
  • Modelos de laudos pré-configurados que otimizam o tempo;
  • Reconhecimento de voz para reduzir tempo de digitação;
  • Navegação fácil e intuitiva com poucos cliques.

Ademais, o ONRAD se diferencia por

  • Ter toda sua infraestrutura na AWS, com alta estabilidade para manter a central de laudos em pleno funcionamento e com certificado de segurança;
  • Atender a todos os critérios legais do Conselho Federal de Medicina e às exigências da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) para a segurança e confidencialidade das informações dos pacientes;
  • Ser registrado na ANVISA.

Mais de 1 milhão de exames já foram laudados pelo ONRAD. Faça parte dessa transformação e maximize a produtividade da radiologia do seu hospital ou centro de imagens.

Solicitar atendimento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top